Visite também
os nossos sites
Tuttirev Editorial | Casas de Madeira | Cake Design
Tel. Geral
(+351)219 666 880
Tel. Assinaturas
(+351)219 666 880
Tel. Publicidade
(+351)219 666 885
Escolha o seu
fundo preferido
Revistas Livros/CD/DVD Actividades Artigos/Notícias Multimédia Eventos
A perspectiva preventiva
2010-02-07
Autor
Por Ana Rita Matias, Técnica Superior de Educação Especial e Reabilitação
Prevenir contra os acidentes ou prevenir contra os riscos? Ao longo dos tempos a tentativa tem sido a de contrariar a primeira hipótese por ser considerada redutora e passiva. Ao invés de se pensar na prevenção como um conjunto de procedimentos que minimizam as situações indesejadas, deve pensar-se na prevenção como uma forma de actuação para minimização dos riscos que levam às situações que se pretendem evitar

“Educar é respeitar a criança e a criatividade infantil”
João dos Santos


Os objectivos da prevenção vão no sentido de dar resposta ao que constitui os direitos do homem, neste caso concreto, os direitos da criança, sendo que neles se incluem o direito à Educação. Pretendem, igualmente, agir no sentido da modernização e competitividade das organizações, para alcançar maior produtividade e rentabilidade.
Falar de Psicomotricidade é falar de desenvolvimento global da criança. Cada vez mais surge uma imensa preocupação em que as crianças de hoje sejam adultos de sucesso amanhã, ocupando-lhes todo o tempo com múltiplas actividades e de fontes de estimulação, por vezes até de forma excessiva.
Numa altura em que tanto se fala do desenvolvimento de boas práticas educativas, por que não reforçar o conceito de prevenção na Educação? De facto, se a Psicomotricidade permite uma aprendizagem consistente e estruturada das aptidões psicomotoras, as quais condicionam todas as aprendizagens pré-escolares e escolares (tais como leitura, escrita e cálculo), e se tem um papel preponderante na prevenção de futuras dificuldades escolares e sociais, por que não introduzir no período pré-escolar e básico, um programa de actividades psicomotoras, desenvolvido por psicomotricistas?
Pode assumir-se a Psicomotricidade como um instrumento educativo para promover o conhecimento da criança e uma acção adaptada e eficaz sobre o contexto, bem como a promoção do desenvolvimento das competências necessárias a um futuro desempenho académico de sucesso.
Resumidamente, consideremos alguns objectivos de um programa desta natureza:
Tomada de consciência do esquema corporal
• Desenvolver a lateralidade e o equilíbrio
• Desenvolver o sentido de orientação
• Promover a capacidade de atenção
• Promover a capacidade de reflexão pessoal
• Desenvolver o sentido rítmico e da estruturação espaço-temporal
• Desenvolver a criatividade
• Desenvolver a capacidade de comunicação e interacção com os outros. Como resultado, inúmeras habilidades são desenvolvidas promovendo competências como:
• Coordenação motora global e coordenação visuomotora ajustadas;
• Motricidade global eficiente e harmoniosa;
• Grafismos e caligrafia regulares, respeitando o espaço definido na folha ou nas linhas;
• Reconhecimento da ordem numa tabela e a ordem num sistema de referências (ex.: gráfico);
• Organização sequencial de tarefas domésticas e/ou escolares, com um ritmo de realização das mesmas ajustado;
• Orientação em trajectos com ou sem suporte de uma planta e, posteriormente, um mapa;
• Reconhecimento da ordem das letras numa palavra, a ordem de palavras numa frase e a ordem de frases num texto;
• Manutenção da atenção em diferentes tipos de tarefas;
• Reconhecimento e reprodução de modelos;
• Resolução de problemas, reconhecendo, decidindo, analisando e formulando soluções;
• Respeito e cumprimento de regras num grupo;
• Auto conceito e auto-estima consistentes.
Ao técnico caberá ser o mediador das experiências da criança, favorecendo a exploração das suas possibilidades corporais em relação com o seu espaço de acção (espaço), bem como orientar a consciência da criança e a sua reflexão sobre a organização sequencial (tempo) dos gestos e acções.

Leitura sugerida:
Título - “Ensinaram-me a ler o mundo à minha volta”
Data – 2007; Autor - João dos Santos; Editora - Assírio e Alvim

Actividades
Motricidade / Psicomotricidade
Bebés activos
Por Isabel Moura (Holmes Place)
Postura e alongamento
Por Isabel Moura, (Holmes Place)
Como funciona um centro de Psicomotricidade
Por Ana Rita Matias, Técnica Superior de Educação Especial e Reabilitação
DANÇA… Mania
Por Isabel Moura, Holmes Place Algés
A perspectiva preventiva
Por Ana Rita Matias, Técnica Superior de Educação Especial e Reabilitação
Taekwondo
Por Rui Lacerda*
Capoeira
Por Isabel Moura (Holmes Place)
Copyright © 2018 Tuttirev Editorial
Design & Powered by Magnetic Pixel

Warning: Unknown: write failed: Disk quota exceeded (122) in Unknown on line 0

Warning: Unknown: Failed to write session data (files). Please verify that the current setting of session.save_path is correct (/tmp) in Unknown on line 0